Vereador e 6 assessores são afastados após investigação de rachadinhas na Câmara Municipal de Jaboatão

Hits: 48

A ação policial que investiga um esquema de rachadinhas na Câmara Municipal de Jaboatão dos Guararapes, provocou o afastamento dos cargos de um vereador e de seis assessores. Também houve o sequestro de bens e bloqueio de dinheiro, quantia que chegou a R$ 500 mil.

A informação foi repassada pela Polícia Civil, no fim da manhã desta terça (20), após o encerramento da Operação Diké. Os nomes dos envolvidos não foram divulgados pela corporação por causa da lei de abuso de autoridade.

O esquema de rachadinha é caracterizado pela prática de corrupção envolvendo o repasse de parte dos salários de assessores para o parlamentar ou secretário a partir de um acordo pré-estabelecido ou como exigência para a função.

Segundo a Polícia Civil, funcionário de um gabinete integravam uma organização envolvida em peculato, crime praticado por servidores públicos para obter vantagem usando o cargo, e lavagem de dinheiro.

A delegada Viviane Santa Cruz afirmou que foram cumpridos dez mandados de busca e apreensão domiciliar, além dos afastamentos tanto de um vereador como de seis assessores. Todos eles foram cumpridos na ação, que recolheu documentos e computadores.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *