Redes sociais serão parceiras do governo para buscar desaparecidos

0

Hits: 0

Convênio será entre o governo e a empresa de tecnologia - responsável pelas redes sociais Facebook e Instagram (Pixabay)
Convênio será entre o governo e a empresa de tecnologia – responsável pelas redes sociais Facebook e Instagram (Pixabay)

Facebook e Instagram vão apoiar divulgando fotos e informações

O Ministério da Justiça e Segurança Pública lançou um projeto, em parceria com a empresa Meta, para a localização de crianças e adolescentes desaparecidos.

A parceria firmada nesta quarta-feira, Dia Internacional das Pessoas Desaparecidas, prevê um convênio com a empresa de tecnologia, que é responsável pelas redes sociais Facebook e Instagram, para implementar um sistema de divulgação de imagens de crianças e adolescentes desaparecidos ou sequestrados.

Trata-se do sistema Amber Alerts, iniciado em 1996, nos Estados Unidos, que migrou para a internet e, atualmente, está presente em 30 países.

A cooperação técnica se dará através do Ciberlab, Laboratório de Operações Cibernéticas da Secretaria Nacional de Segurança Pública do Ministério da Justiça.

Após a identificação de uma ocorrência, a Polícia Civil irá reportar o caso ao Ciberlab, que comunicará a Meta. A empresa, por sua vez, divulgará fotos e descrição da criança ou adolescente em todos os feeds do Facebook e Instagram, em um raio de 160 quilômetros do local onde o menor foi visto pela última vez. Todas as pessoas com conta nas redes sociais e dentro do raio abrangido receberão uma notificação.

A campanha vale para casos recentes e cada imagem será divulgada por 24 horas. Inicialmente, o plano ocorrerá no Distrito Federal e nos estados de Minas Gerais e Ceará.

Somente nos sete primeiros meses deste ano, o país registrou mais de 42 mil desaparecimentos, de acordo com dados do Sistema Nacional de Informações de Segurança Pública.

Por: Agência Brasil

About Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *