Hits: 84

Um velho golpe voltou a ser aplicado em Afogados da Ingazeira. Segundo uma leitora do blog, a mãe e outras pessoas foram vítimas.

Ela conseguiu identificar a imagem de um dos acusados, que seria de Mossoró.

Vídeos e imagens o mostram agindo entre a Travessa Major Antônio César, o Beco de Zezé e a Manoel Borba.

Ele monitora quem sai do banco com dinheiro em espécie.  Escolhe pelo perfil principalmente idosas.

“Ele fica observando a vítima para aplicar o golpe e a segue. Começa a conversar e diz que a vítima ganhou um par de sapato.  Ao ganhar a confiança, diz que a pessoa pode deixar a bolsa com ele. Quando a pessoa chega na sapataria percebe que é um golpe”, explica.

Há variações do mesmo golpe. Outro tipo é o que mostra o criminoso derrubando algo no chão na frente da vítima.  Ela apanha, ele diz que ali havia algo de muito valor e promete um prêmio.  Consegue ganhar a confiança, fica com o cartão ou bolsa da vítima.

Ainda há o golpe da senha: a pessoa se aproxima dizendo ajudar com a senha e faz uma transferência para sua conta.

Em apenas dois episódios relatados, os prejuízos passam de R$ 12 mil.

Segundo informações que vítimas colheram junto à Polícia Civil, a quadrilha atua em todo o Nordeste. No Pajeú, além de Afogados, outras cidades polo como São José do Egito, Serra Talhada e Tabira estão entre os alvos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *