Procura por vacina contra Covid para bebês é baixa em Pernambuco: apenas 1,3% recebeu a 1ª dose

Vacina da Pfizer contra a Covid-19 - Foto: Geovana Albuquerque/Agência de Saúde/DF

Hits: 4

Pouco mais de 4 mil crianças de 6 meses a 2 anos receberam a primeira dose da vacina contra a Covid-19 em Pernambuco desde que a imunização para essa faixa etária foi aprovada, em 10 de novembro. O índice corresponde a apenas 1,29% da população, estimada em 330.427, segundo o Governo do Estado.

Logo após a autorização da vacinação de bebês, Pernambuco recebeu um lote com 47 mil vacinas Pfizer Baby – a única aprovada para aplicação nesse público. Ou seja, com 4.254 aplicações até aqui, sequer 10% das doses foram administradas pelos municípios.

Vale lembrar que, inicialmente, apenas os bebês de 6 meses a 2 anos com comorbidades podiam tomar a vacina, segundo a Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE). No entanto, o público foi ampliado para bebês de 6 meses a 11 meses sem comorbidades.

Entre as comorbidades elencadas pelo Ministério da Saúde para a vacinação estão: diabetes, hipertensão arterial e pulmonar, doenças cardiovasculares, doenças neurológicas crônicas, doença renal, imunocomprometidos, obesidade (IMC >40), síndrome de Down, hemoglobinopatias graves e cirrose hepática.

“Precisamos chamar atenção dos pais e responsáveis destes pequenos para a importância da vacinação. Eles estão perdendo a oportunidade de proteger seus bebês contra formas graves da doença”, afirmou o secretário estadual de Saúde, André Longo, na última atualização de calendário feita pelo Estado.

A imunização é administrada em três doses, sendo as duas primeiras com intervalo de 21 dias, seguidas por uma terceira dose que deve ser administrada pelo menos oito semanas após a segunda dose. A Pfizer Baby possui um frasco com a tampa na cor vinho e é diferente dos demais imunizantes do laboratório.

A SES-PE reconhece a “baixa procura” pelo imunizante, apesar do histórico de altos índices de cobertura entre o público pediátrico em outras campanhas de imunização.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *