Hits: 1

Nesta segunda-feira (11), o ministro da Casa Civil, Rui Costa, lança o Novo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), em Pernambuco. No Estado, o programa vai investir R$ 91,9 bilhões em obras e serviços. O evento contará com a presença do ministro dos Transportes, Renan Filho (foto), e da governadora de Pernambuco, Raquel Lyra.

Em todos os estados do Brasil, o Novo PAC investirá cerca de R$ 1,7 trilhão, sendo mais de R$ 1,3 trilhão até 2026 e mais de R$ 300 bilhões após 2026.

Obras importantes para Pernambuco estão no programa como a Transnordestina, a BR-423 (São Caetano – Lajedo), BR-104 (Caruaru – Divisa PB), Adutora do Pajeú (2ª Fase), Adutora do Agreste (1ª Etapa), moradias do Minha Casa, Minha Vida, entre outras benfeitorias.

Expectativa das lideranças  

Presente no evento, o prefeito do Recife, João Campos (PSB), ressaltou a importância do programa para a Capital. “O PAC é um importante instrumento do Governo Federal para a aceleração do crescimento do nosso País, com foco na infraestrutura através de obras que vão garantir mais desenvolvimento e oportunidades. No Recife, a nossa expectativa é de que essas intervenções contribuam muito para a melhoria da qualidade de vida da população.”

Segundo o senador Humberto Costa, no lançamento, o Governo irá confirmar a garantia dos recursos para retomada da obra da Transnordestina no ramal que vai de Salgueiro até Suape, entre outras ações. “Isso é uma coisa muito importante para garantir a viabilidade do polo gesseiro, da fruticultura, de tantas ações que Pernambuco tem e inclusive a possibilidade de Pernambuco ser escoadouro dos minerais do Estado do Piauí”, disse.

Ainda de acordo com o senador, três ações de extrema importância serão divulgadas: a conclusão da refinaria, para produção de um óleo diesel verde, que vai gerar uma quantidade grande de empregos; a retomada da política de autonomia da Petrobras no transporte dos navios e nas plataformas, fazendo com que os dois estaleiros de Pernambuco sejam viáveis novamente, além de consolidar Suape como um projeto vital para a economia pernambucana; e a viabilização da conclusão da Adutora do Agreste.

Segundo Teresa, algumas das obras já tinham sido reivindicadas pela população ainda na sua campanha para o Senado. Depois, elas foram apresentadas pela própria governadora. Entre elas, está a duplicação da BR-232 – que hoje só vai até o município de São Caetano – até Arcoverde. Essa seria uma primeira etapa. A segunda seria chegar até Serra Talhada. Outra demanda é fazer a duplicação da estrada de Garanhuns. Investimentos em obras de infraestrutura e hídricas em geral também estão na lista. “Então nós queremos estar presentes nesse anúncio”, explica a senadora.

O deputado federal Carlos Veras (PT) diz que o Novo PAC gera expectativa de crescimento econômico no Estado de 5%. “O Governo Lula coloca a melhoria da qualidade do povo pernambucano acima da posição política e ideológica de seu governante”, destacou.

Presente no evento, acompanhando a governadora Raquel Lyra, o deputado estadual Luciano Duque (SD) defendeu a aproximação da gestora com Lula. “Raquel tem tido um comportamento republicano, buscando aproximação e, o melhor, tem encontrado reciprocidade. Com certeza, as ações do PAC, que estão vindo para nosso estado, refletem a capacidade de articulação da governadora na captação de investimento junto ao Governo Federal. Quem ganha com isso é Pernambuco e a população”, afirmou.

About Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *