Jovem tem rosto cortado na Bahia enquanto dormia em viagem de ônibus

0

Foto: Instagram/Stefani Firmo/Reprodução

Hits: 3

A estudante de enfermagem Stefani Firmo, de 23 anos, denunciou nas redes sociais ter sido vítima de um ataque dentro de um ônibus que vinha do Recife (PE) com destino a Salvador (BA). Ela conta que dormia durante a viagem, quando acordou sentindo fortes dores no rosto e percebeu que estava coberta de sangue. A história veio à tona na última sexta-feira (2/12).

Uma amiga que viajava com Stefani ajudou com os primeiros socorros e acordou os demais ocupantes do veículo. Por causa da profundidade do corte no rosto, a estudante precisou levar 18 pontos.

Uma ocorrência foi registrada na delegacia da Polícia Civil de Conde, no litoral norte da Bahia, município por onde o ônibus passava. Alguns passageiros prestaram depoimento, e uma pessoa, que estava em uma poltrona atrás da jovem, foi encontrada com uma faca.

“No entanto, ainda assim essa pessoa foi liberada, pois, segundo a polícia, não havia elementos suficientes para decretar a prisão preventiva. Estou completamente assustada e abalada. Não sei se a intenção da pessoa era me cortar gravemente ou me matar, mas o fato é que já não podemos nem mesmo viajar em segurança. Não estamos seguros em local nenhum”, escreveu Stefani.

A jovem também lamentou a violência gratuita, pois não ocorreu nenhuma discussão e ela não conversou com ninguém além de sua amiga.

“Provavelmente ficarei com uma lembrança eterna no rosto, que me fará relembrar esse terrível momento inúmeras vezes. Só espero que as autoridades finalizem as investigações e que a empresa de ônibus colabore com a disponibilização das imagens para que possamos prender o criminoso ou criminosa”.

Segundo o portal G1, a Polícia Civil informou que a Delegacia de Proteção ao Turista (Deltur) de Conde instaurou um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) para apurar o caso. Às autoridades, os passageiros ouvidos relataram que não testemunharam a ação, pois estavam dormindo.

Por: Estado de Minas
Por: Bruno Luis Barros

About Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *