Hits: 2

Das coisas mais tristes do mundo político-administrativo, nada é pior que fim de governo, principalmente quando o mandatário não é reeleito ou não faz o sucessor.

 

Deveria haver um mecanismo jurídico que antecipasse a posse de quem quer entrar, agilizando o adeus de quem está de malas prontas pra sair.

Com todo respeito a Paulo Câmara, que até tem prometido uma transição decente e deve fazê-la, mas certamente vê seu governo findado antes de 31 de dezembro

 

Veja a situação da PE 320 hoje. Muito antes da eleição, foram várias as mensagens para Fernandha Batista, alertando para a situação de trechos como o Tabira-Afogados. Fernando Monteiro, seu companheiro, foi inclusive votado em Tabira. Ela sabia, mas não agiu.

 

Não teve jeito, pelo que se pode confirmar em imagens enviadas hoje ao blog. Como quem já foi sem ter ido, a equipe da Infraestrutura do Governo do Estado abandonou os milhares de pernambucanos que circulam ali. Isso sem falar no mato tomando o acostamento.

 

Feita a constatação, resta rezar pra o tempo acelerar e Raquel Lyra assumir logo para, quem sabe e queiram ela e Deus, assuma os compromissos e mande tapar a buraqueira e restaber nosso direito de ir e vir. Assume logo, Raquel.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *