Detran-PE altera teste prático para quem vai tirar a primeira habilitação. Veja o que muda

0

Hits: 13

O objetivo é reduzir o tempo de aplicação das provas

O teste prático para quem vai tirar a primeira habilitação mudou em Pernambuco. O Detran-PE decidiu retirar da sequência de manobras a prova da garagem. A alteração ainda está em teste e, por enquanto, apenas no pátio do órgão no Recife.

O objetivo é reduzir o tempo de aplicação das provas e, se o novo modelo for adotado em todo o Estado, não haverá redução dos valores pagos para os testes.

Segundo o Detran-PE, a decisão de retirar a etapa da garagem da prova prática teria sido respaldada em estudos técnicos que indicam não haver prejuízo à qualificação do candidato à habilitação.

“As análises seguem em andamento, pois isso leva um tempo para que o desempenho dos candidatos seja percebido efetivamente no pátio de exames. No entanto, já é possível verificar a redução do tempo médio total das provas”, explicou, por nota, o gerente de Habilitação de Condutores do Detran-PE, Nivaldo Carneiro.

Também segundo o gerente, os candidatos que concluíram todo percurso apresentaram, aproximadamente, redução em 1/4 da média do tempo anterior, quando o pátio estava com a etapa garagem. “Outra observação, ainda inicial, é o índice de aprovação que apresentou um aumento de 3%”, afirmou.

Os estudos técnicos a que se refere o Detran-PE se respaldam no Código de Trânsito Brasileiro e na Resolução Contran N° 789/2020. A resolução define as provas e o tempo das aulas, exigindo a realização de manobras, balizamentos e circulação em via pública. Não obriga a realização da etapa da garagem.

Os estudos técnicos a que se refere o Detran-PE se respaldam no Código de Trânsito Brasileiro e na Resolução Contran N° 789/2020. A resolução define as provas e o tempo das aulas, exigindo a realização de manobras, balizamentos e circulação em via pública. Não obriga a realização da etapa da garagem.

“Atualmente, a medida está valendo apenas no pátio da sede do Detran-PE, no Recife. Conforme os resultados, poderá ser expandida, ou não, para outros pátios. Não houve alteração na avaliação nem nos valores”, afirmou o gerente.

“O Detran-PE segue acompanhando a evolução. Nos próximos meses deveremos ter dados com uma melhor realidade, combinando o treinamento na formação com a avaliação no pátio de exames práticos de direção veicular”, finalizou Nivaldo Carneiro.

Repercussão negativa sobre a mudança

A retirada do teste de garagem da prova prática do Detran-PE foi criticada pela Federação dos Centros de Formação de Condutores do Brasil (Feneauto) e pelo Sindicato dos Centros de Formação de Condutores de Pernambuco (SindCFC-PE).

Na avaliação do presidente das duas entidades, Ygor Valença, foi um retrocesso em um teste que já é falho e limitado. “A prova prática de Pernambuco é avançada sob o aspecto tecnológico. A telemetria e a filmagem do exame prático no interior dos carros, por exemplo, são muito importantes. Mas o fato de a prova não ter um circuito em via pública deixa a desejar. É tudo feito num cenário montado. Assim, a retirada de uma etapa só reduz ainda mais as chances de aprendizado dos candidatos”, pondera.

“Sou a favor de uma prova de rua onde o aluno lide com a rotina real do trânsito. No pátio interno ele apenas decora as manobras. Não é à toa que você vê muita gente habilitada e que não dirige. É um modelo engessado, que se mantém há mais de 40 anos”, reforça.

About Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *