Casal é preso em Patos, na PB, suspeito de torturar filhos gêmeos de um ano e dois meses com água fervendo e chapinha.

0

Hits: 436

Um homem e uma mulher foram presos em Patos, no Sertão da Paraíba, suspeitos de tortura e abandono de incapaz. As vítimas eram os próprios filhos, um casal de gêmeos de um ano e dois meses, que segundo a Polícia Civil da Paraíba vinha sendo submetido a um intenso sofrimento físico. O caso começou a ser descoberto na sexta-feira (15).

Por volta das 10h daquele dia, a Polícia Militar da Paraíba foi acionada para atender uma ocorrência numa residência da cidade. Ao chegar ao local, os policiais perceberam que as duas crianças estavam sozinhas em casa, sem a presença dos pais. Nesse momento, o Conselho Tutelar e o Centro de Referência de Assistência Social (Cras) de Patos foram acionados. Quando os pais finalmente foram localizados, todos foram encaminhados para a Delegacia de Polícia de Patos. E lá, segundo o delegado Paulo Ênio, verificou-se que em uma das crianças, na menina, havia várias lesões provocadas por queimaduras. “A mãe teria queimado com água fervendo e com chapinha de cabelo o corpo da criança”, declarou o delegado. Em seguida, ele enumerou a extensão dos danos, destacando que foram encontrados ferimentos em diversas partes do corpo, inclusive lesões na cabeça. Diante das evidências, os pais das crianças foram presos em flagrante. E, durante o fim de semana, passou por audiência de custódia. A Justiça então decretou a prisão preventiva do pai e da mãe. Ele foi transferido para o Presídio de Patos e ela para o Presídio Feminino de Patos. De acordo com o delegado, “as lesões eram frequentes”. Por tudo isso, as crianças passarão a ser cuidadas por outros familiares, mas com o acompanhamento direto do conselho tutelar e do Cras.

About Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *