‘A prioridade é pagar o Bolsa Família de R$ 600 em janeiro’, diz Alckmin

foto: Reprodução/Globo News

Hits: 14

O vice-presidente eleito, Geraldo Alckmin (PSB), participou nesta quinta-feira (3), em Brasília, da primeira reunião para a transição entre o governo Jair Bolsonaro (PL) e o do vencedor da eleição Luiz Inácio Lula da Silva (PT).
“A preocupação primeiro é manter o Bolsa Família de R$ 600. Para pagá-lo em janeiro há a necessidade de até 15 de dezembro termos a autorização, a chamada PEC da transição e a Lei Orçamentária”, declarou.
Alckmin, que foi escolhido pelo presidente eleito para coordenar a transição, também disse que é importante garantir o orçamento para não ter interrupção de serviços públicos ou a paralisação de obras.
“Isso não está adequado no orçamento para o Congresso Nacional, então há a necessidade de ter uma suplementação para garantir os serviços, as obras e, ao mesmo tempo, a questão, por exemplo, do Bolsa Família de R$ 600”, ponderou.
De acordo com o futuro vice-presidente, duas reuniões serão realizadas na próxima semana, sendo uma com Lula em São Paulo, na segunda-feira (7), e outra sem o petista, na terça (8/11), em Brasília.
Rapidez e agilidade 
“A reunião de hoje foi muito proveitosa e tudo tem que ser muito rápido porque ainda tem que se ter uma série de procedimentos, então a rapidez e a agilidade são muito importantes”, afirmou Alckmin. Segundo ele, o teto de gastos ainda não foi definido.

 

Por: Estado de Minas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *